Saiba porque errar o público-alvo do seu negócio pode fazer com que você feche as portas

Trabalhar sem ter um chefe cobrando o tempo todo é o sonho de muitas pessoas. Movidas por esse desejo, algumas resolvem arriscar e investem tudo que têm parar abrirem o próprio negócio. Até aí, tudo bem. Porém, o problema é que alguns empreendedores se jogam no mercado sem um planejamento adequado e cometem um erro muito comum: erram o público-alvo.

 

Traçar o perfil do público-alvo de um negócio é essencial para não investir seus esforços e seu capital em algo que não dará certo. Definir o público-alvo corretamente é tão importante que, antes de abrir um negócio, sua primeira pergunta deve ser: quem é meu potencial consumidor?

 

Imagine abrir um salão de beleza voltado para a classe A, na periferia da sua cidade, por exemplo. Não faz o menor sentido! Você poderá contar com os melhores profissionais, usar os melhores produtos, ter um design de loja para ninguém colocar defeito, mas não terá o principal: clientes. Pois seu público-alvo não está localizado ali perto e nem se deslocaria tanto atrás do seu serviço. Assim, estaria perdendo tempo e dinheiro, oferecendo algo a muitas pessoas que não se interessam pelo seu serviço, quando seu público alvo de verdade nem estaria sendo impactado pelas suas ações.

 

 

Em suma, errar na hora de definir o público-alvo pode gerar falhas em todo o planejamento de marketing. Veja a seguir os principais motivos pelos quais errar o público-alvo pode fazer com que você feche as portas:

 

  • Sua mensagem não chega ao perfil de consumidor que poderia se interessar pelo seu produto ou serviço;
  • O público que recebe sua mensagem não é impactado por ela;

Por isso, se pretende abrir um negócio, planeje, pesquise, busque auxílio de profissionais capacitados, defina quem é seu público e boa sorte!

Comentários